Investimento no tesouro direto

O que é, principais títulos e como investir!

Para quem está pensando em começar a investir e não sabe por onde começar, o tesouro direto é uma alternativa excelente, já que ele é apropriado para iniciantes, além de possuir inúmeras vantagens.

Entretanto, para quem nunca investiu, falar sobre o investimento no tesouro direto pode parecer complicado de entender.

Por isso, neste artigo separamos as principais informações desse investimento para você entender e apostar.

O que é o tesouro direto?

O tesouro direto é um tipo de investimento que está associado ao governo. Isso acontece porque a sua emissão é feita pelo Tesouro Nacional, que é um dos órgãos do governo federal e da Secretaria do Tesouro Nacional (SNT).

A partir disso, você consegue emprestar uma determinada quantia para o governo e em troca ele te devolve o valor juntos.

Além disso, o tesouro direto é um título da renda fixa criado em 2002 com uma parceria junto do Tesouro Nacional e a BM&FBovespa.

Dessa forma, esse título traz a possibilidade de qualquer pessoa investir, tanto pequenos quanto grandes investidores.

Quais são os principais títulos do tesouro direto?

Dentro do tesouro direto encontramos outros títulos que compõem ele, então quando falamos do investimento no tesouro direto é necessário que você escolha algum título que faça parte dele.

Entretanto, cada título do tesouro direto possui uma rentabilidade específica, além de poder ser dividido entre prefixado e pós-fixado.

Por isso, quando você decidi investir nele você precisará analisar cada título, até encontrar aquele que mais se adequa a sua situação.

Dentre os títulos públicos do tesouro direto, o primeiro que podemos destacar é o tesouro Selic, sendo o mais conhecido.

No caso do tesouro Selic ele possui como indexador a taxa Selic, ou seja, a taxa que será utilizada como base para definir a sua rentabilidade.

Desse modo, o tesouro Selic tem como rentabilidade a mesma porcentagem que a taxa, sendo hoje 6,5% ao ano.

Além do tesouro Selic você também encontra os tesouros IPCA, que tem como indexador o próprio IPCA.  Dessa forma, esse título funciona da mesma forma que a Selic, mas com algumas características distintas.

Outro fator para destacarmos é que você pode encontrar os títulos prefixados e pós-fixados, como havíamos citado acima.

A grande diferença é que no prefixado você já sabe o valor que irá receber e quando. Já na segunda opção, irá variar de acordo com a variância do seu indexador.

Como investir?

Se você se interessou pelo tesouro direto e quer começar a investir, é importante que você entenda quais são os passos.

Para começar, você irá precisar abrir uma conta em uma corretora da sua preferência.

Em seguida, irá transferir a quantia que você deseja investir, a partir de R$30. Após esse processo, irá abrir a parte de tesouro direto da sua corretora e analisar os títulos disponíveis, essa será a parte que você irá escolher o que deseja investir.

Depois que tiver escolhido, você irá precisar comprar o título e pronto, em poucos dias você já irá começar a receber em cima dele.

O que você achou do investimento no tesouro direto? Caso tenha ficado alguma dúvida deixe ela nos comentários para que possamos te auxiliar!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *