Inflação Brasileira: Por que devo me preocupar?

A maioria das pessoas já ouviu falar de inflação pelo menos uma vez. Afinal, é um termo que aparece com frequência na mídia. Isso acontece, por exemplo, nas notícias de hiperinflação em países em desenvolvimento ou previsões de inflação em nosso país. Mas o que é o IPCA?

A inflação também é um tema de interesse dos investidores. Por um lado, pode causar turbulência nos mercados de ações ou diminuir a rentabilidade dos títulos.

IPCA

Portanto, a inflação determina quanto do seu dinheiro vale ou valerá no mercado. E, desse modo, é também a razão pela qual se investiga se vale a pena poupar em vez de investir. Para saber mais sobre o tema, continue lendo!

O que é IPCA?

O IPCA significa Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo. O cálculo é feito pelo IBGE e o objetivo desse indicador é o de servir como parâmetro para identificar preços no mercado.

Por exemplo, preços de comida, habitação, transportes, roupas, educação, entre outros.

Dessa forma, o IPCA é utilizado como o indicador oficial de inflação no país, seguindo a regulamentação do Banco Central.

Ele é um balizador para metas de inflação e verifica se os números estipulados pelo governo foram atingidos. Ou seja, se houve uma inflação maior ou menor que a esperada.

Além disso, ela se correlaciona com a taxa de juros do país, a Selic, influenciado o aumento ou a queda.

Para entender o que é o IPCA, este também é um índice que serve para definir o reajuste anual do salário mínimo.

Para que serve o IPCA?

Como você já deve ter percebido na explicação acima, o IPCA é um parâmetro para diversos outros indicadores econômicos.

Por meio dele, o Banco Central do Brasil regula a política monetária do país, de forma a influenciar o consumo e o custo de vida no país.

Oscilações bruscas no IPCA podem impactar muito negativamente a vida dos consumidores.

Por exemplo, se a inflação cresce repentinamente, reduz-se o poder de compra dos cidadãos, e consequentemente, a qualidade de vida.

Como funciona o IPCA?

O cálculo do IPCA acontece todos os meses e é divulgado pelo IBGE. A pesquisa de preços é feita em residências, empresas, fornecedores, prestadores de serviços, entre outros.

Dessa forma, existe uma estimativa mais próxima da realidade quanto à capacidade de consumo da população.

Qual fatia da população é alvo do IPCA?

Ainda para explicarmos o que é o IPCA, é interessante saber que parcela dos consumidores é considerada.

A população alvo é aquela que possui renda no mês de até 40 salários mínimos. Em geral, as pesquisas são feitas em regiões metropolitanas, de modo a avaliar o custo de vida nesses locais.

Mas, além do IPCA, existem outros indicadores de monitoramento da inflação.

Como a inflação influencia a vida das pessoas?

A primeira consequência mais evidente é o aumento dos preços. Ou seja, se a inflação sobe, há o menor poder de consumo das pessoas, mesmo para itens básicos, como alimentação.

Além disso, os investidores certamente têm boas razões para temer a inflação. Se a tendência de inflação se acelera, as políticas tarifárias precisam ser revisadas.

Ou seja, o Banco Central acaba sendo forçado a reduzir a liquidez, os mercados de títulos sofrem esse impacto e os investidores precisam reconsiderar as avaliações de ações, o que leva a um período de volatilidade financeira com ações e títulos em queda.

 O que é o IPCA nesse contexto? A inflação alta significa que o dinheiro está perdendo valor.

Por isso, esse índice é motivo de preocupação, principalmente no Brasil, que já vivenciou períodos de inflação descontrolada e muito alta, antes da implementação do Real.

Quais investimentos são atrelados ao IPCA?

Títulos públicos

Diversos títulos públicos são negociados no Tesouro Direto, que é o sistema que permite a compra de títulos do governo. É como se você “emprestasse” seu dinheiro ao governo e ele o pagasse depois com juros.

É atrelado ao indicador de inflação, por exemplo, o Tesouro IPCA+.

Debêntures

Os debêntures são papéis que as empresas emitem para conseguir recursos que vão financiar investimentos. Alguns desses títulos são atrelados à inflação.

Papéis bancários

Há também investimentos bancários que são atrelados ao índice de inflação. Como exemplo podemos citar os CDBs, as LCIs e o LCA.

Fundos de inflação

Os fundos de inflação são tipos de investimento que também estão atrelados ao nível de preços no mercado. Por exemplo, os que sofrem indexação ao IMA-B.

Por fim, agora você já sabe o que é o IPCA e como este indicador pode influenciar sua vida.

Um índice de preços desregulado em um país afeta diretamente a vida dos cidadãos, não apenas quanto ao poder de compra, mas também quanto à capacidade de investimentos.

Se estiver com alguma dúvida, deixe abaixo o seu comentário!

Não se esqueça de compartilhar este artigo com outras pessoas!

One comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.